01
Jun 09

   

   A Acefalia é uma má formação do feto, em que este não possui, literalmente, cabeça. O feto acéfalo tem corpo mas carece de cabeça e de coração. Sem o irmão gémeo, este não sobrevive, pois a circulação do sangue do feto acéfalo é proporcionado pelo coração do irmão, ao qual está unido pelo pescoço, ficando, então, dependente do mesmo. De todas as más formações cefálicas congénitas, a acefalia é a menos comum.

 

   As más formações cefálicas congénitas são causadas pelo desenvolvimento anormal do sistema nervoso central ou por danos no mesmo. Estas não são causadas necessariamente por um único factor, podendo ser provocadas por condições hereditárias ou genéticas, ou ainda por exposições ambientais durante a gravidez, tais como medicamentos que a mãe tenha tomado, infecção maternal ou exposição a radiações. As más formações ocorrem, geralmente, devido a um problema que ocorre nas primeiras etapas do desenvolvimento do sistema nervoso fetal.

 

   Os danos sofridos pelo sistema nervoso em desenvolvimento podem afectar a mente e o corpo, com diferentes níveis de gravidade, que no caso da Acefalia é a falta de cabeça, tendo assim um elevado nível de gravidade. Muitas incapacidades são suficientemente leves e permitem que os pacientes afectados possam viver normalmente, o que não acontece na Acefalia.

publicado por doencasneurologicas às 17:09
tags:

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


arquivos

pesquisar
 
blogs SAPO